22 ago. 2010

Autorretrato

Que cena da sua vida você escolheria para reviver?
O nascimento de minha filha (Antonia Audoglio Pastorutti, 2 meses).

Qual o seu maior medo?
Não crescer artisticamente, não encontrar novos caminhos

Que traço do seu temperamento a incomoda?
A impaciência, a ansiedade e o excesso de confiança.

E nas outras pessoas?
A mentira, a inveja e a falta de responsabilidade.

Por que motivo chorou a última vez?
Pela emoção de escutar o choro do nascimento de minha filha.

E por que motivo riu?
Pela mesma razão: o choro da minha filha.

Um hábito de que não abre mão.
Crescer, progredir e melhorar.

Um hábito de que quer se livrar.
Falar em excesso, para poupar mais minha voz.

Que habilidade você gostaria de ter mas não tem?
Tocar bem um instrumento musical. E voar.

Qual a maior extravagância que já cometeu?
Me jogar de paraquedas e de bungee jump.

O que menos gosta em sua aparência?
Minhas orelhas e minha estatura.

Qual o seu bem mais precioso?
Minha capacidade de transmitir mensagens cantando.

Qual você considera a maior das virtudes que uma pessoa pode ter?
Alegria, paciência e perseverança.

Qual é a sua ocupação favorita?
Cantar e cuidar da minha filha.

Prefere planejar ou ser surpreendida?
Prefiro surpreender os outros com meus planos e gosto das surpresas que a vida nos dá.

Que lembrança de infância é mais nítida na memória?
Os momentos com minha irmã, Natalia. Lembro com muito carinho de nós duas juntas na casa de nossa avó.

Que presente você ganhou e nunca esqueceu?
O aplauso e o carinho do público em minha primeira apresentação, em Cosquin (município na província de Córdoba, na Argentina).

Que experiência artística teve mais impacto em você recentemente?
O filme argentino O Segredo dos Seus Olhos.

Qual a paisagem natural mais deslumbrante que você conhece?
Minha cidade, Arequito, as cataratas do Iguaçu e o noroeste argentino.

Que presente daria para a sua cidade natal?
Uma escola de música folclórica para aproximar as crianças de nossas raízes.

O que você mais faz na internet?
Assistir a novelas e a vídeos de shows ao vivo.

Um gosto inusitado.
Comer limão como se fosse qualquer fruta e tomar café com leite frio.

Uma frase.
Não há mal que o bem não vença.

Fuente: Zero Hora (Brasil)

Dejá tu comentario