7 oct. 2009

Furacão Soledad chega ao Sul

Estrela em ascensão na Argentina, a cantora de 22 anos atrai fãs de todo o Estado para show que realiza em Bagé no dia 14.

Uma jovem aspirante ao posto de estrela da música folclórica da Argentina, substituindo Mercedes Sosa, se apresenta no próximo dia 14 em Bagé. E chega com a força de um furacão. Soledad Pastorutti despontou em 1996, ao brilhar no importante festival de Cosquín, com apenas 15 anos. Desde então, Soledad ganhou público, prestígio e os apelidos de La Sole e de “Furacão de Arequino” e já arrebanha fãs especialmente na fronteira gaúcha.

Soledad estará em terras brasileiras pela terceira vez. A primeira foi em 2005, em Santa Rosa. A segunda, este ano, em um remate na capital, em show apenas para convidados. A mistura de ritmos folclóricos que permeia a fronteira do Brasil com a Argentina é presença constante em seu repertório, e é justamente esse mix folclórico, que combina zambas, chacareras, chamamés, milongas, tangos e até valsas, um dos segredos da formação de um público eclético nos shows de Soledad. Um dos feitos de La Sole foi conseguir aproximar os jovens, tão ávidos pelo consumo de rocks portenhos produzidos por grupos como Bersuit Vergarabat, da música de raiz argentina.

Espectador do show fechado da cantora em Porto Alegre, o cantor Elton Saldanha afirma que Soledad está fazendo a sua própria revolução:

– Ela é uma mulher marcante, assim como foram as também argentinas Mercedes Sosa, Evita Perón, por exemplo. Só que a revolução de Soledad é contemporânea, tem a ver com seu tempo, com sua geração. Não precisa falar ou brigar pelas mesmas coisas de antigamente.

O acordeonista Luiz Carlos Borges acrescenta que Soledad é extremamente vigorosa. No mesmo show na capital, Borges dividiu o palco com a cantora.

É uma intérprete excelente, com ótima presença em cena – avalia Borges.

Para os moradores da fronteira, o nome da moça não é estranho: no dia do show de La Sole, Bagé receberá no mínimo 10 excursões vindas de Curitiba, Florianópolis, Lages, Porto Alegre, Rio Pardo, Pelotas, Santa Maria e cidades uruguaias. Chico Cougo estará em uma dessas excursões. O rio-grandino de 23 anos, radicado em Porto Alegre, mantém um blog com informações da cantora que descobriu durante a Feira do Livro de Porto Alegre de 2008, ao ver a foto de Soledad estampada em uma revista, sendo comparada a Mercedes Sosa. Como é fã de Mercedes, Cougo resolveu ouvir Soledad e nunca mais deixou de garimpar suas músicas:

– Conseguir discos dela no Brasil é algo quase impossível. A maioria dos fãs consegue as coisas pela internet.

Agora é ver até onde o Furacão de Arequino pode chegar.

Fuente: Zero Hora (Brasil)
¡Muchas gracias Lidi,
corresponsal de Simplemente Sole en Brasil!


Nota: si bien el artículo contiene algunos datos erróneos sobre la vida y obra de Soledad, "Simplemente Sole" quiere hacerse eco de sus primeros pasos y repercusiones en el país vecino y seguramente el paso del tiempo y el aumento de la popularidad harán que dichos errores no se repitan.

1 Comentario:

Lidi dijo...

Y sí, Melín. LA nota en este periódico seguró llegó a gentes que nunca escucharon hablar en Soledad. Aunque los errores sean un poco molestos.

Pero, dale, adelante. Por cierto este show y este momento va a significar mucho para la difusión de la carrera de Sole en Brasil.

Beso grande.